Qualidade da Água e Tratamento Biológico de Águas Residuárias

Ementa

  1.  A água como recurso;
  2. Qualidade da água;
  3. Fontes, modos de ocorrência e conseqüencias da poluição das águas e do solo;
  4. Impacto do lançamento de efluentes agropecuários e agroindustriais nas águas superficiais;
  5. Controle de poluição das águas;
  6. Operações e porcessos unitários para tratamento de água e águas residuárias agropecuárias e agroindustriais;
  7. Sistemas para tratamento físico e químico de águas residuárias agropecuárias e agroindustriais;
  8. Sistemas para tratamento biológico de águas residuárias agropecuárias e agroindustriais;
  9. Sistemas para tratamento e disposição de lodo;
  10. Sistemas naturais de tratamento de águas residuárias agropecuárias e agroindustriais;
  11. Reuso de águas residuárias na produção agropecuária.

Bibliografia

  • APHA, AWWA, WPCF. Standard methods for the examination of water and wastewater. 19.ed., Washington D.C.: American Public Health Association, 1995. 953 p.
  • ASANO, T. (Ed.) Wastewater reclamation & reuse. Lancaster: Technomic Publishing Co., 1998. 1523 p.
  • AYERS, R.S., WESTCOT, D.W. A qualidade da água na agricultura. Campina Grande: UFPB, 1991. 218 p.
  • BARROS, R.T.V., CHERCHINARO, C.A.de L., HELLER, L., SPERLING, M.V. Manual de saneamento e proteção ambiental para os municípios: Saneamento. Belo Horizonte:DESA-UFMG, GTZ, FEAM, 1995. 221 p.
  • BASTOS, R.K.X. (Coord.) Utilização de esgotos tratados em fertirrigação, hidroponia e piscicultura.. Rio de Janeiro: ABES, Rima, 2003. 253p.
  • BIDONE, F.R.A. & POVINELLI, J. Conceitos básicos de resíduos sólidos. São Carlos: EESC/USP, 1999. 109p.
  • BRAGA, B., HESPANHOL, I. CONEJO, J.G.L., BARROS, M.T.L. de, VERAS JR., M.S., PORTO, M.F. do A., NUCCI, N.L.R., JULIANO, N.M. de A., EIGER, S. Introdução à engenharia ambiental.. São Paulo: Prentice Hall, 2002, 305p.
  • BRASIL. Fundação Nacional de Saúde. Manual de Saneamento. 3a ed., Brasília: FUNASA, 2006. 407p.
  • BRASIL. Ministério do Meio Ambiente, Conselho Nacional de Meio Ambiente. Classificação dos corpos de água, diretrizes ambientais para o seu enquadramento, e condições e padrões de lançamento de efluentes (Resolução no 357), 2005.
  • BRASIL. Ministério do Meio Ambiente, Conselho Nacional de Meio Ambiente. Procedimentos para o uso agrícola de lodos de esgoto gerados em estações de tratamento de esgoto sanitário e seus produtos derivados (Resolução no 375), 2006.
  • BRASIL. Ministério da Saúde. Controle e vigilância da qualidade da água para consumo humano e seu padrão de potabilidade (Portaria no 518), 2004
  • BRIGANTE, J., ESPÍNDOLA, E.L.G. (Editores) Limnologia fluvial: um estudo no rio Mogi-Guaçu. São Carlos: Rima, 2003. 263 p.
  • CABRAL. B. Direito administrativo ? tema: água. Brasília: Senado Federal, 1997. 668 p. (Caderno legislativo 001/97)
  • CABRAL, B. Legislação Estadual de recursos hídricos. Brasília-DF., Senado Federal, 1997. Caderno legislativo 002/97, v. 1 e 2.
  • CAMPOS, J.R. (Coord.) Tratamento de esgotos sanitários por processo anaeróbio e disposição controlada no solo. Rio de Janeiro: ABES, 1999. 433 p.
  • CAMPOS, L.P. de R., LOPES, A.L.B., HORTA, A.H.L., CARNEIRO, R. Manual de saneamento e proteção ambiental para os municípios: licenciamento ambiental ? coletânea de legislação. Belo Horizonte:DESA-UFMG, - GTZ, FEAM, 1998. 379 p.
  • CASSINI, S.T. (Coord.) Digestão de resíduos sólidos orgânicos e aproveitamento do biogás. Rio de Janeiro: ABES, Rima, 2003. 196p.
  • CETESB. Relatório de qualidade das águas interiores do Estado de São Paulo - 2005. São Paulo: CETESB, 2006. (CD).
  • DI BERNARDO, L. Métodos e técnicas de tratamento de água. Rio de Janeiro: ABES, 1993. v. 1 e 2.
  • ECKENFELDER Jr., W.W. Industrial water pollution control. 2.ed., New York: McGraw-Hill Book Co., 1989. 400 p.
  • GONÇALVES, R.F. (Coord.) Desinfecção de efluentes sanitários. Rio de Janeiro: ABES, Rima, 2003. 422p.
  • GRADY JR., C.P.L., DAIGGER, G.T., LIM, H.C. Biological wastewater treatment. New York: Marcel Dekker, 1999. 1076p.
  • HENZE, M., HARREMOÉS, P., JANSEN, J.L.C., ARVIN, E. Wastewater treatment: biological and chemical processes. 2.ed., Berlin Heidelberg: Springer Verlag, 1997. 383 p.
  • LAWS, E.A. Aquatic pollution: an introductory text. New York: John Wiley & Sons, 1993. 611 p.
  • LOEHR, R. Pollution control for agriculture. Orlando: Academic Press, 1984. 467 p.
  • MANCUSO, P.C.S., SANTOS, H.F. Reúso de água. São Paulo: Manole, 2003, 587 p.
  • METCALF & EDDY. Wastewater Engineering: treatment and reuse. 4.ed. New York-USA., McGraw-Hill Book Co., 2003. 1819 p.
  • NOVOTNY, V. Water quality: difuse pollution and watershed management. 2 ed. New York: John Wiley & Sons, 2003. 864 p.
  • OLIVEIRA, P.A.V. de. et al. Manual de manejo e utilização dos dejetos de suínos. Concórdia - Santa Catarina, CNPSA-EMBRAPA, 1993. 188 p. (Documentos, 27)
  • PAGANINI, W. da S. Disposição de esgotos no solo (escoamento à superfície). 2a ed. São Paulo: AESABESP, 1997. 232 p.
  • PANKOW, J.F. Aquatic chemistry concepts. Michigan: Lewis Publishers, 1991.673p.
  • PHILIPPI JR., A. (Ed.) Saneamento, saúde e ambiente: fundamentos para um desenvolvimento sustentável. Barueri: Manole, 2005. 842p.
  • PROSAB. Tratamento de águas de abastecimento por filtração em múltiplas etapas. Rio de Janeiro: ABES, 1999. 114 p.
  • REYNOLDS, T.D. & RICHARDS, P.A. Unit operations and processes in environmental engineering. Boston: PWS Publishing Company, 1996. 798p.
  • ROMEIRO, A.R. (Org.) Avaliação e contabilização de impactos ambientais. Campinas: Editora da Unicamp, São Paulo: Imprensa Oficial do Estado, 2004. 399p.
  • SANTOS, M. de L.F. dos (Coord.) Tratamento e utilização de esgotos sanitários. Rio de Janeiro: ABES, 2006. 403p.
  • SAWYER, C.L.; McCARTY, P.L. Chemistry for environmental engineering. 3.ed., New York: McGraw-Hill Book Co., 1985. 532 p.
  • SETTI, A.A. A necessidade do uso sustentável dos recursos hídricos. Brasília: IBAMA, 1996. 344 p.
  • SPEECE, R.E. Anaerobic biotechnology for industrial wastewaters. Nashville: Archae Press, 1996. 394 p.
  • SPERLING, M.V. Introdução à qualidade das água e ao tratamento de esgotos. Belo Horizonte: ABES, 1995. 240 p.
  • SPERLING, M.V. Princípios básicos do tratamento de esgotos. Belo Horizonte: ABES, 1996. 211 p.
  • TSUTIYA, M.T., COMPARINI, J.B., SOBRINHO, P.A., HESPANHOL, I., CARVALHO, P. de C.T. de, MELFI, A.J., MELO, W.J. de, MARQUES, M.O. Biossólidos na agricultura.. São Paulo: SABESP, 2001. 468p.
  • VAN HAANDEL, A.C., LETTINGA, G. Anaerobic sewage treatment ? a practical guide for regions with a hot climate. Chichester: John Wiley & Sons, 1994. 226p.
  • WATER SCIENCE & TECHNOLOGY; Anaerobic Digestion X. London: IWA Publishing, v.52, n.1-2, 2005. 570 p.

Informações adicionais

Ler 949 vezes